PERSUASÃO – (HABILIDADE NA COMUNICAÇÃO E NOS NEGÓCIOS)

PERSUASÃO – (HABILIDADE NA COMUNICAÇÃO E NOS NEGÓCIOS)

Você é uma pessoa que de fato consegue atrair a atenção ou você acha que precisa melhorar um pouco nisso?
A habilidade que faz com que a sua comunicação de fato seja percebida como relevante, que tenha algum tipo de valor para outra pessoa é a persuasão.

A persuasão faz exatamente isso, ela coloca um valor na sua comunicação e você tem que tratar a atenção das outras pessoas como se fosse uma moeda de troca, você está entregando alguma coisa de valor e em troca a pessoa te dá a atenção dela.

Se você não entrega absolutamente nada de valor, você é simplesmente como se fosse mais um post que a pessoa simplesmente escorrega ali o dedo, e simplesmente não vê, não lê, não ouve, não presta atenção e você perdeu o seu tempo e a pessoa, é como se estivesse conversando com você e na verdade ela está ali, no celular, nem se quer está talvez olhando para você.

Isso não pode acontecer. As pessoas que conseguem ter mais impacto, são as pessoas que de fato atraem a atenção das outras pessoas. Para você fazer isso, você necessariamente tem que fazer alguns aspectos importantes dentro da sua comunicação.

Primeiro, a sua comunicação tem que ter cor, tem que ter vida, ter gesto, você não pode ficar muito parado na sua comunicação.

Quando você consegue oscilar a expectativa da pessoa, quebrar o padrão da pessoa, isso faz com que ela preste atenção em você.

Pensa na vida a gente passa ali, geralmente a gente acorda, a gente já sabe o que tem que fazer, a gente entra em uma rotina.

A rotina é o que eu chamo de piloto automático, todo mundo tem isso, talvez você pense que não, mas a gente sabe mais ou menos como é que vai ser cada um dos dias pela frente, porque não foge muito, é mais ou menos igual sempre.

As pessoas buscam essa segurança da rotina, só que quando alguma coisa consegue quebrar esse padrão, fazer a pessoa perceber que realmente existe algo de relevante fora daquela rotina, ela presta a atenção. Isso não vale só para a rotina não, isso vale para tudo.

Se você vai fazer uma entrevista de emprego, a pessoa já praticamente tem concebida a decisão dela. Acredite você ou não, a pessoa já leu ali o seu currículo e muitas das decisões são simplesmente tomadas ali e ela vai simplesmente validando a decisão dela junto com você.

A entrevista é um validador, ela percebeu que você tinha algum tipo de valor, ou ela realmente está ali na dúvida e quer você ali na frente para tirar essa dúvida.

E se você simplesmente tem uma comunicação que não atrai a atenção da pessoa, dificilmente você muda a percepção que ela teve, simplesmente com base naquele pedaço de papel que talvez não diga exatamente o valor que você tem.

Então necessariamente você também, mesmo na entrevista de emprego, você precisa atrair a atenção da pessoa.

Fazer com que a pessoa preste, não só atenção, mas que ela dê valor ao que você estiver ali dizendo, então como você faz isso? De novo, a persuasão é a habilidade que vai fazer toda a sua comunicação ganhar cor, ganhar impacto, e ao mesmo tempo conectar com o cérebro da outra pessoa.

É exatamente a Neuro Persuasão que faz isso, que é o método criado pelo BrainPower que faz com que você saiba exatamente quais são as áreas do cérebro da outra pessoa, que você precisa estimular para ela de fato te ouvir, para ela de fato querer saber o que você tem a dizer, para que de alguma maneira, isso impacta aquela pessoa que você está conversando, isso quem faz é a persuasão.

A persuasão não é para fazer a sua mensagem ficar bonita, é para fazer a sua mensagem ficar bonita para a outra pessoa, ficar atrativa, ficar apelativa e a pessoa ficar interessada na sua menagem.

Então pouco importa, quão interessante é a mensagem que você está proferindo para você mesmo, pense sempre na percepção da outra pessoa, no que realmente é importante para a outra pessoa.

Esse é um dos pequenos pontos, um dos talvez pontos mais preliminares da persuasão, entender quem você está conversando e a partir do momento que você entende o que a outra pessoa tem de valor, o que a outra pessoa tem de dor, de problemas, de coisas que ela quer resolver, é nisso de que você de fato vai trabalhar e em cima disso que você vai montar o seu discurso.

Eu digo, inclusive, que não existe uma comunicação entre duas pessoas, que não tenha nada que unifique o interesse dessas duas pessoas, mesmo em um relacionamento entre homem e mulher, algo é muito importante em um relacionamento que é a visão de futuro, um sonho de futuro.

Se os dois do relacionamento não tiverem clareza dessa visão futura, não tiver algo que alinhe o interesse dos dois na busca por aquilo, o relacionamento perde e perde muito.

Isso vale para tudo, mesmo em uma entrevista de emprego, como eu acabei de usar de exemplo.

Se você e a pessoa na entrevista não tiverem esse valor em comum, dificilmente você será realmente a melhor pessoa para trabalhar lá.

Em contrapartida, se você conseguir deixar claro para aquela pessoa que você também quer o que a empresa também quer, você além de tudo entrega o que a empresa precisa, e tudo de fato se unifica.

Você se coloca dentro do percurso do sonho da empresa, daquela visão comum que a empresa tem e automaticamente você se enquadrou minimamente em um dos pontos que é importante para a empresa, que são pessoas que se enquadram no mesmo mindset!

Na mesma mentalidade da empresa, que tenha uma visão em comum, e você ganha muitos pontos com isso e você tem a abertura para daí em diante mostrar as suas qualidades, a competência que você tem e etc.

Portanto, o primeiro grande ponto é entender o que realmente a pessoa tem de valores, o que a pessoa tem de problemas, de dores, e de sonhos.

E se você conseguir entender isso, e se posicionar e se unir a esses grandes pontos, a esses grandes sonhos, você já vai ter a atenção da pessoa, e a partir disso você começa a inserir o restante dos seus valores, o restante das competências que você tem, dos diferencias que você tem, dos diferenciais do seu produto, de como o seu projeto é importante, de qualquer coisa que você queira comunicar para qualquer outra pessoa.

Mesmo que seja para tomar um simples cafézinho, você tem que de alguma maneira atrair um valor central para as pessoas que você for convidar.

Você tem dizer não que você quer tomar só um cafézinho, mas seria legal se você tivesse começado o discurso falando “gente, eu acho que é hora da gente descontrair um pouquinho, a gente ta muito tenso com esse projeto”.

Pronto, você já conectou e já atraiu a atenção das pessoas, porque se elas estão tensas, elas querem descontrair um pouquinho, é natural.

Então você pegou uma dor da pessoa e você falou algo que atrai a atenção dela, e aí você põe uma solução logo na sequência.

Você fala “então, gente vamos tomar um cafézinho, cinco minutinhos, pausa muito rápida, só para gente voltar aqui o nível de produtividade?”.

A chance de você realmente com que todas as pessoas marquem esse projeto de ir tomar um cafézinho, que é um exemplo muito mais simples nesse caso, é muito maior.

Então é isso que você tem que fazer, para minimamente conseguir atrair a atenção das pessoas, a atenção que é o principal ativo que a gente precisa trazer para a gente hoje, principalmente, de novo, com essa abundância de informações que a gente tem.

A diferença fundamental entre Persuasão e Manipulação

É uma dúvida extremamente comum que as pessoas têm acreditam a maioria das pessoas talvez esse seja até o seu caso acredite que manipulação e persuasão sejam a mesma coisa entretanto não é , ok?

E se você acredita que persuadir e manipular está no mesmo nível isso até mesmo pode está te impedindo de ser uma pessoa mais influente, mais persuasiva uma pessoa que realmente consegue liderar mais a situação então qual é a diferença fundamental? ok?

Na minha opinião a persuasão é a arte de nós utilizarmos estratégias internas e externas para ajudarmos as outras pessoas a dizerem sim para elas mesmas é um processo onde a pessoa que está sendo persuadida e à pessoa que está utilizando da persuasão ganham, é um processo ganha as duas ou as três ou mais pessoas que estão envolvidas nesse processo vão sair ganhando.

Enquanto que a manipulação é a utilização de estratégias internas e externas para convencer e influenciar pessoas entretanto a intenção o processo não é ganha ganha o processo é eu ganho, você perde!

Então as pessoas que gostam de manipular as outras elas utilizam estratégias de persuasão de convencimento de influencia entretanto, o intuito a internação dela interna é apenas do benefício próprio em detrimento do mal da outra pessoa.

Na maioria das vezes as pessoas que estão manipulando a pessoa que é manipulada ela faz algo que ela realmente não quer ela faz aqui talvez por estar obrigada por gatilhos psicológicos ali então ela se sente forçada a fazer então não é algo que é vantajoso, ok?

Então a diferença fundamental ai é realmente a intenção é o que a pessoa está aplicando e para que a persuasão ela é neutra em si, é uma ferramenta na verdade, então você pode aplicar ela tanto para ajudar as pessoas como é o que eu prego em todo o meu trabalho.

Você utiliza a persuasão para ajudar as pessoas a dizerem sim para elas mesmas pois, na maioria das pessoas também elas têm dificuldades em dizerem SIM para si mesmas, talvez se você está vendendo algo pra ela o produto ou serviço até mesmo a ideia que vá ajudar a solucionar o problema.

Mas ajuda a ela a ser uma pessoa mais feliz mais tranquila no dia a dia entretanto ela não conseguiu enxergar o valor daquela idea, daquele produtos, daquele serviços então com a utilização das estratégias de persuasão e de influência você consegue conectar os pontos fazendo com que a pessoa realmente enxergue o valor que aquela ideia aquele produto ou serviço tenha.

Conheça o Ebook Copywriting

INÍCIO

Receba GRÁTIS toda semana Ebooks/ Vídeo Aulas